Qual a melhor estratégia para escolher o capitão?

Qual a melhor estratégia para escolher o capitão?

Afinal, o que levar em consideração ao escolher o capitão no Cartola?

Amado por muitos, odiado por outros… como já adiantamos neste post, o capitão no cartola implementado em 2018, vai continuar para a temporada 2019.

Não há motivo nenhum para crer que a Globo irá desativar essa opção logo na temporada seguinte.

Portanto, ao invés de lamentar, se você não gosta do capitão, que tal se preparar melhor para a temporada 2019?

Afinal de contas, o que levar em consideração na hora de dar a braçadeira para algum jogador do seu time?

Qual a melhor posição para se confiar essa responsabilidade? Vamos alistar abaixo as posições organizadas por ordem de preferência!

Este tutorial te dará uma bela noção do que fazer na hora de escolher o seu capitão!

 

Como funciona o capitão no Cartola FC?

Antes de alistarmos as estratégias, vamos a um breve resumo do que é o capitão, para ajudar os que são novos no cartola.

Ao escalar o seu time, você obrigatoriamente deve indicar qual dos seus jogadores será o seu capitão naquela rodada. O nome escolhido, terá a sua pontuação dobrada.

Isso quer dizer que, se o seu capitão fizer 10 pontos na rodada, no seu time ele vai somar 20 pontos. Por outro lado, a parte ruim é que funciona do mesmo jeito para pontuações negativas.

Ou seja, se seu capitão fizer -5 pontos, no seu time ele vai contabilizar -10 pontos. Simples assim!

Mas vale ressaltar que o valor do jogador não muda. Você não vai pagar mais caro em um jogador só porque ele é o seu capitão.

No entanto, ele também não vai valorizar ou desvalorizar em dobro. Em resumo, o capitão influencia apenas na pontuação, e não no seu patrimônio.

ATENÇÃO: o capitão deve ser escolhido apenas entre os jogadores. Técnico não pode ser escolhido como capitão!

 

Estratégia nº 1: atacantes como capitão

A posição preferida em 2018 para escolher o capitão, foram os atacantes. O motivo é um tanto quanto óbvio: o +8 que cada gol vale.

Um atacante capitão quando balança as redes, soma +16 pontos para o seu esquadrão. Além disso, mesmo que não marque gol, finalizações (para fora, defendida e na trave) também contam muitos pontos para os atacantes.

Escalando seu time com 3 atacantes e ainda nomear um deles como capitão, simbolicamente quer dizer que você está com 4 atacantes no time.

Ou seja, esquema 4-3-4 (+1 por conta do capitão)!

 

Estratégia nº 2: meias como capitão

Tanto meias (que podem pontuar com gol/assistência) e volantes (que podem pontuar com roubadas de bola) são boas opções para capitão.

Mas tome cuidado com volantes que cometem muitas faltas. Acima de tudo, os que costumam levar muitos cartões.

Lembre-se que um cartão amarelo vira -4 para o seu capitão. Então dê preferência para aqueles que roubam mais bolas do que fazem faltas.

E com relação aos meias, só tomar cuidado para não escolher aqueles que não estão em boa fase.

Mas, quando há um meia em boa fase, que chegue bem ao ataque e que ao mesmo tempo rouba bolas, esses são os melhores nomes para dar a braçadeira.

Gustavo Blanco, do Atlético MG; Zé Rafael (ex-Bahia), agora no Palmeiras e Lucas Paquetá, ex-Flamengo, foram excelentes nomes nesse sentido em 2018.

Mitaram demais na temporada e nos ajudaram a passar de 100 pontos mais de uma vez.

 

Estratégia nº 3: laterais como capitão

Sim, os laterais também são boa pedida na hora de dar a braçadeira de capitão. Eles costumam pontuar bem com scouts defensivos e ofensivos.

Um saldo de gols (SG) vale +10 pontos. Assistência (A) vale +10 pontos. Cada Roubada de Bola (RB) vale +3 pontos.

Enfim, os laterais tem muito potencial de mitagem e por isso são boas opções para capitão também.

 

Estratégia nº 4: zagueiros como capitão

Uma das posições mais arriscadas para dar a braçadeira de capitão, já que poucos são os beques que pontuam alto com regularidade no Cartola.

Um zagueiro como capitão no cartola tem mais potencial para pontuar mal do que bem. Isso porque eles estão sujeitos a cometer faltas e tomar cartões.

É claro que quando um Geromel ou Kannemann da vida sai com SG e algumas RB, eles mitam.

Mas ainda assim, é uma estratégia arriscada dar a braçadeira para os zagueiros.

 

Estratégia nº 5: goleiros como capitão

A posição mais arriscada de todas! O goleiro pode mitar? Sim, é claro. Pode sair com SG e ainda praticar algumas DD? Com certeza.

Mas cada gol tomado, é -4 pontos! Se estiver em uma dia ruim e tomar mais de um gol, é desastre na certa.

A posição de goleiro é uma das mais difíceis de se escalar. Dar a braçadeira de capitão para eles então, torna o desafio maior ainda.

A não ser que você esteja sendo forçado a adotar uma estratégia diferente, não é muito prudente nomear um goleiro como capitão.

 

Conclusão

Procure dar a braçadeira para jogadores mais ofensivos e tente não arriscar muito na hora de escolher o seu capitão.

Como falamos no artigo sobre montar um time perfeito no Cartola, todas as rodadas tem nomes que são considerados unanimidades, e tem outros que podemos utilizar como apostas.

Se você nomear como capitão um jogador considerado aposta, seria uma aposta em dobro.

Portanto, a melhor opção seria usar como capitão no cartola um jogador considerado mais unanimidade!

Qual estratégia você costuma utilizar na hora de escolher o seu capitão?

 

2 Comentários


Deixe uma Resposta